Maior peso: 121 kg
Atual:
110,2 kg
Meta:
60 kg

segunda-feira, 26 de abril de 2010

4 Erros que atrapalham a sua dieta

Quando o assunto é emagrecer, algumas atitudes fazem grande diferença na balança.
É comum encararmos inúmeros sacrifícios para atingirmos o peso ideal. No entanto, quando essa meta não é alcançada, vale observar pequenas condutas que costumamos adotar no dia a dia. A seguir, confira o que pode pôr a perder a sua dieta, bem como, algumas dicas para se livrar delas.

1. Consumir "besteiras" o tempo todo
Não há problemas em comer uma fruta ou um petisco entre uma refeição e outra. O que atrapalha é o excesso de guloseimas, sobretudo as calóricas, como por exemplo, os salgadinhos industrializados e refrigerantes, que, em comum, dificultam qualquer plano de emagrecimento. "Uma dieta saudável, deve incluir 5 ou 6 refeições leves por dia. Mas, se ainda assim houver a necessidade constante de consumir ''''algo mais'''' entre elas, significa que a alimentação principal não saciou como deveria", adverte Marcela Knibel, nutricionista do SPA Hamonya Senior, no Rio de Janeiro.
Para fugir dessas tentações, a especialista sugere que se acrescente mais fibras na dieta. "Alimentos fibrosos satisfazem mais rápido e por mais tempo. Assim, o arroz integral, legumes e vegetais são muito bem vindos", recomenda.
Se mesmo com a ajuda das fibras, a fome insistir em aparecer nos intervalos, aposte em lanchinhos magros. "Nozes, gelatinas light, cenoura crua picadinha e chá verde são opções leves que vão ajudar a despistar a fome", completa a nutricionista.

2. Se alimentar muito rápido
Ao comer um alimento às pressas, você ingere ar em excesso, o que leva ao inchaço do estômago.. E mais: como o cérebro precisa de, ao menos, 20 minutos para receber a mensagem de saciedade, você acaba comendo em demasia. Alguns estudos comprovam, sobretudo, que uma mulher que come sua refeição em 30 minutos consome 10% menos calorias quando comparada àquelas que devoram tudo em apenas 10. Na prática, esses números podem fazer uma grande diferença ao longo de um ano.
A solução é diminuir o ritmo. Caso o menu seja um sanduíche, por exemplo, evite usar as mãos, munindo-se de talheres, o que ampliará a duração da refeição. "Depois de levar a comida à boca, descanse os utensílios enquanto mastiga", orienta Knibel.

3. Comer quando está de mau-humor
Com os nervos a flor da pele, muitas pessoas se voltam para o consumo de carboidratos, que facilitam a entrada de triptofano no cérebro, este aminoácido estimula a produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar. Resultado: o humor melhora por alguns momentos; o ganho de peso, porém, tende a ser mais duradouro.
Para fugir dessa cilada, procure atividades que fazem esse papel sem que para isso você precise absorver calorias.. Fazer uma caminhada, assistir a uma comédia ou simplesmente sair com uma amiga podem promover um estado de ânimo mais leve e prazeroso.

4. Extrapolar nos sábados e domingos
Um fim de semana de descuido é capaz de jogar 5 dias de dieta regrada pela janela. A saída? Crie estratégias. Fazer um lanche antes de ir a uma festa ou evento e, numa balada, oferecer-se para ser a motorista da turma são práticas inteligentes que ajudam você a consumir um menor número de calorias. Afinal, são docinhos de festa e bebidas alcoólicas (ricos em calorias!!!) que você deixa de ingerir. "Para quem não consegue passar incólume, apenas prove as tais guloseimas. Quanto às bebidas, fuja das industrializadas e opte pelas naturais, que são mais saudáveis e menos calóricas", aconselha a especialista.

( matéria recebida por e-mail / desconheço o autor )

3 comentários:

Simone Domingues disse...

olá querida,

ótimo post, estou passando para te desejar uma linda e abençoada semana
beijosssss

Liza disse...

Ola Cintia, passando p desejar uma linda terça feira. Beijos fliz semana querida.

Emagrecer Saudável disse...

Excelente Artigo, veja também: 10 Dicas para escolher a melhor forma de Emagrecer certamente vai ajudar. Sucesso!